quarta-feira, 9 de julho de 2014

Grande Frida Kahlo

"O céu é o meu tecto, a terra minha pátria e a liberdade a minha religião”

Este mês (julho) muito se fala sobre Frida Khalo, pois a pintora nasceu e morreu no mês de julho(06/07/1907- 13/07/1954).
Esta é uma artista que me intriga, pela originalidade, pelo amor a sua terra, pela sua força. Sua vida foi marcada por tragédias: quando criança contraiu poliomielite, doença que lhe deixou seqüelas em um de seus pés, ficando manca. Ganha então o apelido Frida, perna de pau. Aos 18 anos sofre um grave acidente: o bonde na qual viajava se chocou com um trem e Frida sofreu uma perfuração na região pélvica. Em decorrência disso, acredita-se, nunca pode engravidar. Uma de suas angústias. Tal acidente fez com que ficasse longo período acamada. Sua mãe então adaptou telas a sua frente para que ela pintasse. Gostava muito de pintar a si própria: "Eu pinto-me porque estou muitas vezes sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor”. Em 1928 casa-se com Diego Rivera, pintor que exerce grande influencia sobre suas obras a partir de então. Anos mais tarde André Breton classifica sua obra como surrealista, mas Frida discorda: “Nunca pintei sonhos, só pintei minha própria realidade". Resumindo um pouco, morre em 1954, de embolia pulmonar. Mas há um mistério acerca de sua morte: especula-se que foi envenenada por uma das amantes de Diego ou suicídio.
Olhando para a sua obra, olhamos para a sua história. Coerente e, acima de tudo corajosa em se despir em suas pinturas. Nelas, Frida retratava seus anseios, suas angústias, suas dores, o amor a sua pátria, a paixão por Diego, enfim, sua própria realidade. Utilizava cores fortes e pintava imagens marcantes, como o quadro onde retrata seu nascimento. Se considerava filha da revolução. Sofreu vários abortos espontâneos, o que é também retratado em suas telas. Em seus últimos quadros pintava natureza morta - segundo ela “bem morta” - como o quadro intitulado Viva La Vida. Em 2008 a banda Cold Play a homenageou com o nome de um dos discos da banda (Viva la Vida or Death and All His Friends).
"Espero que minha partida seja feliz, e espero nunca mais regressar".

Para homenageá-la, Coisas da Aldi produziu uma boneca com as características de Frida, nos mesmos moldes de uma boneca que já confecciono.
Feitas sob encomenda
Visite no facebook:
https://www.facebook.com/pages/Coisas-da-Aldi/537800022927667?ref=hl

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Novos horizontes

Olá pessoal!!!
Estou sumida por aqui, né? O facebook acaba consumindo mais o nosso tempo; divulgamos os nossos trabalhos por lá; atendemos comentários, pedidos e tudo mais.
Recentemente comecei a me interessar também por encadernação manual artística e tenho descoberto muita coisa. Principalmente que, para ter excelência no que se faz precisa treino, dedicação e consequentemente, tempo. Eu sempre gostei de materiais de papelaria: cadernos, lápis, borracha, canetas, papéis, enfim. Quando tive acesso ao curso das Papeleiras na Eduk, em outubro do ano passado, decidi que iria aprender essa atividade também. Afinal, tecido também faz parte desse universo: encadernação manual. 
Venho mostrar pra vocês então algumas coisas que estou produzindo:








Beijos a todos!!!
Obrigada pela visita por aqui!!!
Visitem a minha página no facebook:
https://www.facebook.com/pages/Coisas-da-Aldi/537800022927667?ref=hl

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Aventais

Descobri que gosto bastante de produzir peças e acessórios para cozinha. Apresentando minha coleção de aventais:






domingo, 16 de junho de 2013

E as mães estão me procurando!!!

Esta foi uma encomenda de uma mamãe para a chegada de sua filha Júlia.

 Vem com uma bolsa auxiliar...

 O bolso para mamadeiras...

 Parte interna...

O nome da Júlia em patch aplique.

P.S.: Não acompanha o bichinho de pelúcia.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Preenchendo um cenário em branco

Bom gente, dia desses comprei uma estante de madeira na cor branca. Eu que A-D-O-R-O cores, sim, comprei um móvel inteirinho branco. Descobri ser uma cor ideal para um móvel onde serão colocados uma infinidade de coisinhas que nós artesãos acumulamos ao longo de nossa história digamos artística. São botões, fitas, rendas, aviamentos de toda espécie. Sem contar as nossas caixas, cestas, e outros mimos que não conseguimos não levar da loja. E não é que descobri ser a cor ideal para isso. A cor branca fica como cenário de fundo para todas essas coisinhas, pois visualizamos melhor tudo o que temos, ou seja, o branco é o coadjuvante que dá lugar aos protagonistas de nossa criação. Acho ainda que dá lugar à idéias, à nossa criatividade. É um verdadeiro palco onde a partir daí "encenamos" o que quisermos e podemos colorir bastante. Confiram um cantinho do meu espaço:





sexta-feira, 31 de maio de 2013

Quadrinhos bastidores

Há um tempo queria fazer esses quadrinhos bastidores. Esses são os primeiros:

Medidas: 22cm

 Medidas: 25cm

 Medidas: 22cm

Medidas: 20cm


Inspirados no blog Ei Menina, da Érica Catarina.